Quer saber, desapeguei!

saia verde

Hoje me dei conta que apesar de todo esse tempo você ainda insiste em continuar aqui, controlando cada pedaço da minha vida, cada passo que dou. Foi de repente que essa constatação caiu sobre a minha cabeça enquanto me arrumava para sair com as meninas e troquei a saia verde, pelo simples motivo de que você sempre reclamava quando me via com ela, dizendo que ela era curta demais. E então me vi pensando em cada detalhe que você ainda controla e, quer saber? Chega! Estou me desapegando de vez de você e das manias que deixou para trás quando foi embora.

Estou colocando em um saco daqueles bem grandes de lixo toda a implicância com a minha caneca do Minion – se eu sou velha demais ou não para ela é um problema só meu; as bufadas e reviradas de olhos diante dos meus filmes preferidos, se você não consegue ver que todo mundo precisa de alguns momentos de diversão na vida, então sinto muito por você; os comentários sobre como o meu café é forte, o meu chá é fraco, como eu canto mal no chuveiro, como as minhas amigas são escandalosas; como tudo o que eu gosto e faço parecia sempre errado para você. Me responde, por que mesmo você passou tanto tempo ao lado de alguém tão errada? Aproveito para jogar fora também aquelas suas manias de guardar todas as embalagens com os rótulos virados para a frente, de atravessar toda a sala pisando em apenas quatro pedaços do tapete e de nunca poder comer no sofá. Descobri que o tempo que eu gastava arrumando produto por produto no armário pode ser usado para coisas muito mais agradáveis e que nada mais divertido do que comer diante da televisão colocando em dia a sua série favorita, que claro, nunca vai ser a mesma que a minha. Você realmente deveria experimentar.

desapegar

Sabe, vou fechar o saco com toda força para evitar que algo escape e continue por aqui, dando frutos e mantendo você por ainda mais tempo junto a mim. Afinal, você já ficou muito mais do que deveria. Não irei devolver, para evitar que você faça com outra o que fez comigo, então vou largar por aí, em uma lata de lixo qualquer pelo caminho até o bar, onde eu e minha saia verde iremos encontrar minhas amigas escandalosas e teremos um momento de algo que você não conhece e nunca conheceu e que eu aprendi a ter depois que você foi embora: leveza!

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Crônicas e Contos

2 Respostas para “Quer saber, desapeguei!

  1. Isabella

    P.E.R.F.E.I.T.O!!!
    É tão difícil lembra que antes de amar alguém temos que amar nós mesmo.
    Aprenda a se amar, a se valorizar, assim você saberá amar alguém.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s