Olhos mudos

olhar2

Frequentemente me deparo com a pergunta: “o que é o amor?” e sempre acho dificílimo responder. Como qualquer sentimento, é mais fácil sentir do que transformar em palavras o que se sente.

Mas existem pessoas, casais, que são exatamente da mesma forma, basta olhar para elas e sabemos: é amor. Os olhares se encontram e se comunicam, eles não precisam de palavras deixando suas bocas para se entenderem. Os olhares dizem “eu te amo”, mas dizem também “eu te entendo”, “estou aqui para o que der e vier”, “eu te apoio”, “vá em frente” e até mesmo “nem vem, que neste momento quero ficar só”. Porque amor não é sinônimo de estar junto 24 horas por dia, sete dias por semana, mas entender e respeitar a individualidade do outro, o espaço do outro. Amar não pode ser dois que se tornam um, mas dois que resolvem caminhar juntos por um tempo, seguir o mesmo caminho. Quanto tempo dura esse tempo? Ninguém pode dizer, mas quando o respeito e a cumplicidade são tão valorizados na relação quanto o amor, esse tempo costuma ir aumentando, aumentando…

casal coração partido

Houve um tempo em que nossos olhares costumavam falar entre si, hoje eles são craques em se evitarem, mas se por um acaso eles se cruzam há apenas silêncio e nada mais.

 

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Crônicas e Contos

Uma resposta para “Olhos mudos

  1. Isabella

    UaU, profundo esse texto!!
    Revelador, transparente e realista, apenas!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s