Se quiser voltar

crying-heart-1

Se quiser voltar é só ir entrando. Nem precisa bater ou dizer o que quer que seja. Não vou pedir explicações ou usar um ar de sabichão fazendo alguma piada sobre você não viver sem mim, porque a verdade é que eu não durmo desde que você partiu. A cama tá espaçosa demais, fria demais, faltam suas pernas entrelaçadas nas minhas e a sua mão em volta da minha cintura, me segurando como se tivesse medo de que eu fosse desaparecer no meio da noite.

Se quiser voltar é só falar com o porteiro e tenho certeza de que ele não vai exigir nenhuma daquelas regras chatas de segurança do condomínio e vai te deixar subir mesmo se eu não estiver em casa. De todas que já passaram por aqui você foi de longe a única de quem ele gostou. Ele me confessou um dia que tem algo a ver com o seu sorriso, com os dois dentes um pouco separados na frente. E nós dois passamos horas falando sobre o jeito como você sorri e passa a mão pelo cabelo, tímida. E talvez, eu tenha derramado algumas lágrimas e confessado como percebi que te amava minutos depois de você ter desaparecido pela porta do prédio, mesmo com toda a chuva que caía lá fora.

Se um dia quiser voltar, a porta está aberta. Porque assim como eu, a casa também é sua. Venha sim.

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Crônicas e Contos

2 Respostas para “Se quiser voltar

  1. Isabella

    As vezes uma pequena parada serve para mostrar que não temos duvidas!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s