Pra que fingir?

pes

– Você vai na festa da Iza e do Rô amanhã?

– Ainda não sei.

– Por quê?

– Sei lá, pode ficar um clima estranho. Você não acha?

– Não.

– Além do mais, não sou mais da família.

– Não vai ter só família. Além do mais, tenho a impressão de que pra minha família você é mais família do que eu.

– Não sei, vou pensar.

– Eu acho que você deveria ir. Não vai ser a mesma coisa se você não estiver lá.

– Que merda, Beto. Para com esse joguinho, cacete. Eu juro que tento, mas eu simplesmente não consigo entender o que você ainda quer de mim. Porque fica fazendo esse jogo, mandando esses sinais em vez de me deixar ir de uma vez. Foi você quem decidiu que não me queria mais. Foi você quem deixou muito claro que eu estava atrapalhando a sua carreira brilhante.

– Você nunca vai me perdoar por ter dito isso, né?

– Quem sabe se você nascer de novo, me procurar, rastejar e… não, nunca!

– Tudo bem, um dia eu vou te vencer pelo cansaço.

06

– Não, não vai. Eu sei que a gente vai ser obrigado a conviver pro resto da vida, mas você não precisa fingir estar feliz com isso.

– Mas não é fingimento.

– Como eu estava dizendo, vamos apenas agir como duas pessoas educadas. Um oi como vai? ao chegar e pode sair à francesa e pular as despedidas.

– Não precisa ser assim.

– Precisa. Você decidiu assim. Não vem dar uma de garoto arrependido agora. Você escolheu isso ao partir o meu coração em tantos cacos que eu estou tentando juntar todos os pedaços até hoje.

– Eu errei, tá legal? Me arrependi no instante em que você saiu pela porta e eu soube que daquela vez tinha sido pra valer, que você não ia voltar nunca mais e que com você a melhor parte de mim tinha ido embora também. Me arrependo sim e vou lutar até o fim pra que você entenda que eu posso ter perdido o seu amor, mas que eu me contento com qualquer migalha que eu possa ter, mesmo que seja saber que você vai estar na mesma festa que eu.

– Diz a pessoa que já colocou outra no meu lugar.

– Ela nunca vai ser você.

– Você é tão babaca…

– E então, você vai na festa da Iza e do Rô amanhã?

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Diálogos

2 Respostas para “Pra que fingir?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s