Tarde demais

Sou-humano-nao-consigo-ser-perfeito

Outro dia você me pediu pra falar com você e juro, senti uma vontade imensa de chorar. Ali mesmo na sua frente. É tão triste perceber que simplesmente não sei o que conversar com você. Dois estranhos convivendo na mesma casa. Fiquei pensando sobre uma época em que as coisas eram mais fáceis entre a gente. Quando não havia esse clima tenso sempre no ar. É sério, ele nem sempre esteve aí. Você consegue se lembrar? Se bem que às vezes me pergunto se você chega a perceber que as coisas não vão bem nesse momento ou se pra você continua tudo como sempre foi. Sinceramente não sei. Você vive em um mundo tão seu que eu realmente não sei. Vai ver que a incomodada sou eu. Por isso quero tanto ir embora. Não é isso que dizem, os incomodados que se retirem?

Quando foi que você passou a ter ciúmes de mim? Quando foi que você passou de herói a alguém em quem só consigo enxergar os defeitos? Quando foi que o diálogo cessou?

Não sei, de verdade não sei e não sei como voltar ao que era antes. Não sei se o caminho que tomamos tem volta. Acho que já estou longe demais da bifurcação da estrada e agora não consigo voltar mais. Mas se me fosse dada a oportunidade eu voltaria, eu tentaria te puxar quando você começasse a se afastar. Eu tentaria te incluir mais na minha vida. Eu tentaria te conhecer melhor. Pena que aparentemente é tarde demais.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Crônicas e Contos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s