Eu continuo aqui

rainy-days-4978_large

Tudo parece queimar. O telefone em minha mão, o ar preso nos pulmões, as palavras presas na garganta. Tenho tanto pra te falar, tanto pelo o que pedir perdão. Não sei bem se pra você ou pra mim mesma, mas a verdade é que desde que você foi embora me sinto sufocada pelas palavras não ditas. O fim deveria ter colocado um ponto final na angústia, mas não colocou. As coisas só mudaram de perspectiva, talvez. Queria tanto te dizer tudo o que devia ter dito há dois anos atrás. Será que tudo poderia ter sido diferente?

Olho para o telefone como se ele pudesse me dar uma resposta, quando sei que nem você mesmo pode me dar o que procuro. Busco um eu que não existe mais. Um nós que, mesmo que ficássemos juntos hoje de novo, não seríamos mais eu e você. Busco um passado ao qual me agarro por medo de encarar que falhei com você. Falhei com nossos sonhos. Falhei com quem eu era quando estava ao seu lado.

tumblr_ljfxlmzgsF1qidp3qo1_500

Soube que você seguiu em frente e que nada disso parece mais fazer diferença para você. Nem o fato de eu ter te feito chorar ou partido seu coração. Você superou e eu estanquei. Você superou e eu parei diante da bifurcação entre o passado e o presente. Como naquela manhã, você seguiu sem olhar pra trás e eu continuo encarando o caminho esperando por algo que não sei o que.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Crônicas e Contos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s