Eu não consigo te odiar

Cuando-siento-amor-y-odio-a-la-vez

Eu queria conseguir te odiar, torcer para que você nunca mais fosse feliz novamente, que nunca conseguisse superar a minha perda. Mas por mais que eu diga que quero isso, eu não consigo. Eu ainda torço pela sua felicidade como torcia, dia após dia, para que você fosse feliz comigo.

É verdade, você me fez sofrer muito, mas será que você é mesmo o único vilão dessa história? Será que de alguma forma, no fim, eu não te fiz sofrer também? Não quero te odiar. Não quero que a raiva me faça esquecer tudo de bom que vivemos juntos, todos os momentos de riso, de gozo, de amor.

odio

Não quero ser aquele tipo de gente que transforma o ex de amor de uma vida inteira para inimigo número um em um piscar de olhos. Não quero amar odiar você. Até porque, cada esforço para te odiar é um pouco mais que eu te mantenho como foco na minha vida. E eu desejo sim que você seja feliz, mas não aqui, não de volta. Nosso tempo acabou. E eu aprendi, finalmente, que é hora de te deixar ir.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Crônicas e Contos, Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s