Viva, menino

1

Você diz que vai me esperar e eu imediatamente sinto um aperto no peito. Uma dor que não sei de onde vem, mas que sei que vai custar a passar. Não me entenda mal, garoto, eu adoraria que você largasse tudo e fosse ganhar o mundo comigo. Tenho certeza que descobrirei lugares que vou querer dividir com você e ninguém mais e que nos dias de solidão e tristeza vai ser pra você que vou querer ligar correndo. Mas daí a partir sabendo que você vai estar parado no mesmo lugar me esperando já é demais. É peso demais, entende?

Vá comigo, me visite se quiser, pense em mim de vez em quando com saudade, se for o caso, mas não pare de viver para me esperar, porque eu estou indo justamente para viver e não é justo que você pare a sua vida para que eu viva a minha. Não me faça partir com essa responsabilidade. Não essa.

tombos-diarios

Viva menino. Viva intensamente e quando, e se, a gente voltar a se encontrar, tenha um caminhão de histórias para compartilhar comigo. Vamos trocar histórias, rir e chorar lembrando as experiências vividas. Assim, em pé de igualdade.

Vem, menino, viva junto comigo!

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Crônicas e Contos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s