Voe

9221-voar

Lembro de quando você e eu éramos uma só. Era tão mais fácil. Não que a sua vida tenha sido fácil. Nunca foi. Você passou por muita coisa, menina. Coisas que parecem tão injustas para alguém da sua idade. Coisas que a sua cabecinha infantil não é capaz de mensurar a gravidade. E talvez seja melhor assim. Mas não se permita fazer dessa história seu refúgio para tudo. Vai passar e você vai ter uma vida inteira pela frente. Uma vida que merece ser vivida. Não é porque doeu uma vez que vai doer de novo. Não é porque o remédio foi amargo uma vez que ele vai ser sempre. Da próxima vez ele pode ter sabor abacaxi. Lembra como você gosta de abacaxi?

Pare de achar que porque você perdeu uma vez que você vai perder sempre ou que algo que foi te dito como uma possibilidade aos 10 anos de idade se tornou uma lei universal. Você não tem como saber. Ou melhor, até tem, mas você precisa se permitir tentar para saber. Vai doer? Pode ser que sim, mas não tentar dói muito também. E ter medo de perder dói tanto ou mais do que perder em si, menina. Aliás, o medo de perder vai te fazer perder tantas oportunidades, tantas experiências. Não faça isso com você. Não se sabote. Não tenha pena de você ou da sua história. A sua história aconteceu, mas o que você faz dela só depende inteiramente de você. Como você a encara só depende de você. Não torne a sua vida mais difícil do que ela precisa ser, menina. Pare de carregar o mundo nos ombros, permita-se ser leve, ver a vida com leveza, sorrir ao invés de chorar, ver as pequenas alegrias que existem ao seu redor. Pare de dar conselhos para os outros e passe a se ouvir mais.

penelope-amarela

Você não está sozinha, menina e nunca vai estar. Você até tenta afastar as pessoas, colocar uma máscara de que não precisa de ninguém, mas ninguém cai nessa sua mentira. Você é extremamente amada pela sua família, pelos seus amigos e por mim. Apesar de eu querer te sacudir de vez em quando e querer te dar um empurrões para a frente eu sei o quanto você tenta, o quanto você luta com as armas que tem. É isso aí, menina, você é uma lutadora. Desde o início. Não pare de lutar pela sua vida. Aceite ajuda. Isso não te faz fraca. Pelo contrário, é preciso ser muito forte para enxergar a hora de pedir ajuda. Grite, chore, bata o pé, mas siga em frente. Parar por medo não vai te servir pra nada. Parar por medo só vai fazer com que você continue exatamente no mesmo lugar. E você sabe o quanto esse lugar não é bom. Você ainda pode ver tanto, sonhar tanto, crescer tanto. Se permita menina. Não deixe que o medo de cair roube suas asas.

Deixe um comentário

Arquivado em Pensamentos sem nexo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s