Arquivo da tag: amor

Carta para dizer obrigada

tumblr_lvlb7vkp7K1qi96z1o1_500

Sabe, menino, nunca te disse isso, mas adoro o fato de você ter chegado chegando. Se fazendo de fato presente quando eu menos poderia imaginar. Na verdade nem queria saber de me envolver com alguém. Coração ainda estava em processo de cura e bem, você sabe que não era o melhor dos momentos. Mas você resolveu arriscar, achou que já era hora das feridas serem curadas e se instalou.

Têm sido meses de sorrisos constantes, de aprendizados mútuos, de ver o sol raiar depois de conversas que fluem naturalmente horas a fio, mas também de silêncios apaziguantes.

Obrigada por ter me mostrado que não existe hora certa para o amor. E por me mostrar que silêncios não precisam ser repletos de tensão. Assim como, que não é porque não deixa marca na pele que não é abuso.

veneza

Obrigada por tentar compreender minhas lágrimas e por ter ficado comigo naquele dia de abril. Por ter me deixado à vontade para chorar no seu colo e por me mostrar o que é se sentir segura pelo simples toque de alguém.

Obrigada por compreender o meu momento e nunca me pedir para desistir em prol de nós dois. Obrigada por sonhar junto, por se incluir, por fazer planos que se encaixam nos meus. Obrigada por respeitar os meus sonhos, os meus dramas, os meus medos particulares.

F75F9

Obrigada por ser meu palhacinho particular quando eu preciso rir e me dar espaço para entrar quando o palhaço precisa chorar. Obrigada por me fazer entender o que é compartilhar uma vida, pela cumplicidade em todos os momentos, mesmo nas vexatórias. Obrigada por me fazer me sentir tão a vontade a ponto de deixar o meu lado criança e o sentimental virem à tona sem medo de ser julgada.

Obrigada por não ter desistido, menino, e por ter acreditado que poderia dar certo quando ninguém mais, nem eu mesma, acreditaria. Obrigada por ter esperado o momento certo.

Obrigada por me amar e por me deixar amar você, assim, do nosso jeitinho particular.

Deixe um comentário

Arquivado em Cartas

Viva, menino

1

Você diz que vai me esperar e eu imediatamente sinto um aperto no peito. Uma dor que não sei de onde vem, mas que sei que vai custar a passar. Não me entenda mal, garoto, eu adoraria que você largasse tudo e fosse ganhar o mundo comigo. Tenho certeza que descobrirei lugares que vou querer dividir com você e ninguém mais e que nos dias de solidão e tristeza vai ser pra você que vou querer ligar correndo. Mas daí a partir sabendo que você vai estar parado no mesmo lugar me esperando já é demais. É peso demais, entende?

Vá comigo, me visite se quiser, pense em mim de vez em quando com saudade, se for o caso, mas não pare de viver para me esperar, porque eu estou indo justamente para viver e não é justo que você pare a sua vida para que eu viva a minha. Não me faça partir com essa responsabilidade. Não essa.

tombos-diarios

Viva menino. Viva intensamente e quando, e se, a gente voltar a se encontrar, tenha um caminhão de histórias para compartilhar comigo. Vamos trocar histórias, rir e chorar lembrando as experiências vividas. Assim, em pé de igualdade.

Vem, menino, viva junto comigo!

Deixe um comentário

Arquivado em Crônicas e Contos

Como faço pra desapegar de você?

desapego3

Me ensina a desapegar de você.

Não me leva a mal, menino, não é nada pessoal, mas esta é uma péssima hora para eu me envolver. Por que você não surgiu há uns dois anos, quando eu estava meio perdida, sem nenhum plano na vida? Eu não pensaria duas vezes para me jogar em seus braços, mas agora… estamos fadados ao sofrimento certeiro. E ainda assim minha mente e meu corpo só clamam por você. Não ajuda em nada você ter deixado seu cheiro impregnado no meu travesseiro, me fazendo dormir e acordar pensando em você. Ou eu ter descoberto que seus dedos tocam uma melodia perfeita ao dedilharem o meu corpo.

Por que você insiste em fazer isso comigo, menino? Por que dificultar as coisas dessa maneira? Não quero ser a causadora do seu sofrimento quando eu partir. Não quero partir pensando no que deixei para trás, no que poderia ter sido se eu tivesse ficado.

saudades_3

Não é justo, percebe? Você é tudo o que eu sempre quis encontrar em alguém e então você surge justo quando eu não estou disponível para um nós. E o pior, surge compartilhando de todos os sentimentos, sonhos e fantasias. Surge me incentivando e dizendo que eu tenho mais é que correr atrás dos meus sonhos mesmo. Surge com essa cara de menino carente, com esse sorriso torto e esse piscar rápido por sob os óculos e eu quase esqueço que sonhos são esses.

Você só esqueceu de me explicar como eu desapego de você agora que deixei você entrar.

Deixe um comentário

Arquivado em Crônicas e Contos

Você é meu tudo

índice

Quer ser minha namorada? Que linda namorada você poderia ser se parasse com esse medo do futuro, com esse papo de prazo de validade. Sim, você está se preparando para ir embora, mas um ano é daqui a tanto tempo… E nosso amor ainda pode ser eterno enquanto tiver tempo para durar.

Me deixa te fazer feliz hoje. Me deixa ser feliz amanhã. Vamos pegar um cinema na terça-feira sem trabalho, vamos correr na lagoa num sábado de manhã, vamos rir na chuva e nos abraçar como dois bobos apaixonados. Vamos aproveitar cada minuto do momento presente. Você é o meu presente. Do futuro? Quem sabe?

amor-esposos

Vem, vamos sair por aí de mãos dadas, nada de planos, apenas eu, você e mais nada. Ou melhor, eu, você e o nosso amor. Pra quê mais?

Deixe um comentário

Arquivado em Crônicas e Contos

Eu não sou ele

como-acabar-com-o-medo-de-se-apaixonar-11

Por que tanto medo, menina? Será que você não enxerga nos meus atos, não percebe nas minhas palavras, que eu não tenho nada a ver com ele? Eu não vou sumir de repente como se você não significasse nada para mim. Eu não vou cansar de você como quem se cansa de uma roupa velha. Você acha mesmo que eu teria lutado por você por dois anos para desistir logo em seguida?

Ouça o que eu te digo, menina, não apenas em palavras, mas nas entrelinhas, através dos meus toques pelo seu corpo, através dos meus beijos. Eles te falam tanto sobre o que eu sinto por você. Muito mais do que eu mesmo sou capaz de compreender. É que quando estou com você é tudo tão intenso, que eu só quero saber de sentir. E eu sei que você sente isso também. Mas é aí que o medo entra em ação e te faz recuar. Pare de recuar, menina. Eu não vou te fazer mal. É mais fácil você partir o meu coração do que eu me cansar de você.

Coração Palmela

Eu sei que você compara cada uma das minhas ações, cada um dos meus olhares com os dele, mas eu não sou ele, menina. Não sou. E nem vou me tornar. E quer saber, você também não é mais aquela menina ingênua que era quando estava com ele. Somos duas pessoas novas. Vale mesmo a pena fugir de uma história que tem tudo para ser sem igual, para ser nossa, por puro medo?

Vá embora por não me querer, desista de mim por mim, mas não desista de nós por me comparar com ele. Porque eu não sou ele, menina.

Deixe um comentário

Arquivado em Crônicas e Contos, Sem categoria

Não estou preparada para perder você

o-DIVORCE-facebook-830x400

Tenho pensado em você e em como tudo parece ter desmoronado de repente sobre a minha cabeça. Tem sido difícil me livrar dos escombros e encontrar o rumo novamente. É que nada ainda parece fazer sentido, sabe? Logo você, sempre tão racional, tão pé no chão.

Quando foi que chegamos a esse ponto? Por que não tentamos nos salvar enquanto ainda havia algo para ser salvo? Por que você desistiu de lutar de repente? São tantas perguntas e tão poucas respostas. Apenas esse aperto no peito, essa sensação de que estou perdendo algo que eu não estava preparada para perder. Algo que na verdade eu não queria perder. Eu posso não ter demonstrado como deveria, mas eu nunca quis perder você.

6de6b78f890eab878676842262603c59

Tenho pensado em você e no que significa tudo isso. No que vai ficar dessa teia tão frágil que sempre foi a nossa relação. Nunca foi fácil pra gente, mas também nunca foi tão difícil. Nunca me senti tão desamparada e o pior é imaginar que você deve se sentir da mesma forma aí, onde quer que você esteja agora.

As mudanças serão inevitáveis agora. Os planos serão readaptados e eu não sei para onde a vida vai me levar neste momento. Minha única certeza é que ainda não estou preparada para perder você.

Deixe um comentário

Arquivado em Crônicas e Contos, Sem categoria

Medo e alívio em seus braços

tumblr_lgt92uISGb1qczgi2o1_500

Acordo assustada, coração disparado, gosto amargo na boca. Custo a me situar e perceber que estou em meu quarto, na minha cama e não em um trem fedido, no inverno, indo sabe-se lá pra onde. Quase grito ao sentir uma mão na base da minha coluna, mas ao virar me deparo com o azul profundo dos seus olhos cheio de sono e preocupação. Tá tudo bem?, você pergunta. E agora está. Me aninho em seu peito e aos poucos minha respiração parece um eco das batidas do seu coração, tudo em um único ritmo. Dois formando um.

De repente volto a sentir medo, mas dessa vez não tem nada a ver com o pesadelo que me acordara. Tenho medo dos sentimentos que crescem dentro de mim com uma rapidez que nunca houve igual. Me encolho diante da ideia de mergulhar de cabeça e não conseguir mais voltar à superfície para respirar. E se você for embora e eu ficar como uma garotinha sem boia em alto-mar? Já te contei que não sei nadar?

Mas então suas mãos me puxam pra cima, azul profundo encarando o marrom e, como a onda do mar, levando qualquer medo pra bem longe.

Se a boca não fala, os olhos se encarregam de passar a mensagem.

Deixe um comentário

Arquivado em Crônicas e Contos

Carta pra dizer, tarde demais, o quanto te amei

1212599922_f

Eu falhei. Falhei tão feio com você, meu amor. E agora, o que mais dói é me dar conta do quanto eu te decepcionei e o pior, não há nada mais que eu possa fazer para mudar isso. É tarde demais.

Ah se eu pudesse fazer o tempo voltar atrás… eu te diria todos os dias o quanto eu te amava. Eu diria o quanto você era a vida da nossa casa, o norte que orientava a minha bússola interna. Eu teria segurado sua mão no final e garantido que ficaria tudo bem. Não sei bem se seria uma frase de consolo mais pra mim ou pra você, mas eu teria feito mesmo assim. Eu teria beijado sua boca uma última vez para tentar manter o seu gosto em meus lábios por mais tempo e teria, por fim, repetido exaustivamente o quanto eu te amava.

Mas eu falhei. Eu cheguei tarde demais e agora não me resta nada além do seu corpo inerte, já sem vida à minha frente. E uma dor que nunca senti igual. Deve ser o peso da culpa em meu coração, eu sei.

pequenas_mensagens_saudade_meu_segredo

Lembro do dia em que recebemos a notícia da sua doença. Dessa doença maldita que foi te levando de mim um pouco a cada dia. Você foi tão corajosa e eu não soube enxergar que, no fundo, aquilo não passava de uma máscara que você estava usando para não me preocupar, para que eu não visse o seu medo. Você não queria que eu parasse a minha vida para eu ter como continuar depois e eu fui tão insensível, deixei meu próprio pavor de te perder ir me afastando de você antes da hora, ir te tornando invisível para mim. Logo você que sempre brilhou para mim como um farol em alto-mar. Ao fugir do seu sofrimento te fiz sofrer em dobro e sofro mil vezes mais agora, como castigo.

Eu só queria uma chance para fazer tudo diferente e acredite, eu faria. Eu faria tudo para aliviar a sua dor. Eu faria tudo para que cada um dos seus dias fosse especial, fosse marcante, para que se fosse o último, ele tivesse valido a pena e eu pudesse ter visto o seu sorriso uma última vez. Mas eu ainda não tenho esse poder e, por isso, vou me culpar pelo resto do tempo que me resta.

Eu só queria ter despertado a tempo de te dizer o quanto eu te amava, do jeitinho que você merecia ter sido amada. Pena que agora é tarde demais.

Deixe um comentário

Arquivado em Cartas

Último romance

tumblr_m5qnf5HcSc1qktwuto1_500

Ah menina, você nunca vai conseguir saber como o meu coração disparou ao te ver parada ali, perto daquela escada no cantinho mais escondido, quase no fim do palco. Eu não sabia, você não sabia, mas aquele foi o primeiro sinal. Qual a chance de eu encontrar a mulher dos meus sonhos em um show da minha banda preferida? Eu nem estava ali pra isso. Só queria aproveitar a noite e cantar até o sol raiar, mas você mudou todos os meus planos. A banda passou a ser um mero coadjuvante.

Você, por outro lado, nem me notou. Estava tão entretida cantando, em uma bolha só sua, que nem notou minha aproximação. Melhor assim, eu podia continuar te observando sem parecer um freak total. A banda parou e eu aproveitei para me apresentar. Você me disse seu nome e eu fiz uma piada qualquer sobre você se chamar justo Ana Júlia. Você riu, mais pra não me deixar sem graça pela piada ruim do que por ter achado graça e mesmo com a pouca luz eu pude notar as covinhas que se formavam quando você ria.

abrac3a7o

Impressão minha ou o show acabou rápido demais? A banda voltou para tocar a última da noite e Último Romance nunca me pareceu tão perfeita. Eu quis duvidar. Clichê demais você se chamar Ana Júlia e eu te encontrar justo em um show do Los Hermanos, mas meu coração disparado podia ser ouvido por toda a casa de show. Não tinha como negar.

Nove anos se passaram, você me disse pra ter fé e ver coragem no amor e aqui estamos nós. Um filho, dois gatos e um cachorro. Ainda bem que eu sou um cara estranho e ainda acredito em clichês.

Deixe um comentário

Arquivado em Crônicas e Contos

Carta pra você que me completa

amor-c3a0-primeira-vista

Ainda lembro como se fosse hoje, menina. Sempre fui cético quanto a essa história de se apaixonar por alguém logo de cara, mas não dá pra negar que algo mudou no ambiente quando você entrou toda sorridente, conversando animadamente com o pessoal, como se fizesse parte daquele lugar, como se sempre tivesse estado ali. Aquele dia foi tão louco, tão diferente de tudo o que eu ou você poderíamos imaginar… quem ousaria dizer que não era pra ser?

Aos poucos, menina, você foi se instalando, fazendo morada aqui dentro, bagunçando tudo. Aos poucos foi me mostrando que amor não se controla e que não, amor não precisa rimar com dor. Com seu jeitinho foi derrubando uma a uma cada uma das minhas barreiras, jogando por terra cada uma das minhas certezas. E ainda assim, minha vida nunca pareceu tão certa. Aos poucos, sem nenhum esforço, eu estava rindo, sonhando, fazendo planos de novo.

casais-amor-paixão-beijo-amor-brushes-illustrações-fuck-yeahhgif-download-FREBIEScandy-imagens-tumblr-nails tumblr-cute-candy-brushes-photoscape-by-thata-schultz005

Você trouxe cor de volta pra minha vida tão monocromática, menina. Quando foi que ela se tornou cinza? Não sei, mas sempre vou lembrar do dia em que ela ganhou cores novamente. Primeiro os tons de vermelho do seu cabelo, suas unhas, seus lábios, depois o marrom intenso dos seus olhos, e quando dei por mim não havia mais lugar para o cinza. As cores que irradiam da sua alegria, da sua vontade de viver, estavam por toda a parte. E minha vida nunca pareceu tão bela.

Hoje aquela quarta-feira completa 12 anos. E a minha vida nunca esteve tão completa, menina.

Deixe um comentário

Arquivado em Cartas